PONTE DE WHEATSTONE

              A ponte de Wheatstone é basicamente usada para medir resistência com extrema precisão, mas pode ser usada na medida de qualquer grandeza   física contanto que exista o transdutor adequado.. O  circuito básico está indicado na Fig6.1. Desconsiderando por um momento o instrumento, este  circuito pode ser entendido como sendo dois divisores de tensão, ABD e ACD, ligados  em paralelo e a  uma fonte de tensão E. As tensões nos pontos  B e C podem ser escritas como sendo:

Fig01: Ponte de Wheatstone   (Topo)

Obtenhamos a condição para que estas duas tensões sejam iguais, desta forma ao inserirmos o instrumento entre os pontos C e B nenhuma corrente passará através dele .Esta condição ocorrerá quando:

UCD = UBD     ou seja

= ou    quando    = simplificando  resulta
ou

Dizemos que nestas condições a ponte está  balanceada  se  R1 = R3    e  R4 = RX ( resistência desconhecida ). Se no lugar de R2 colocamos  um potenciômetro  ou  uma década resistiva, no equilíbrio  o valor de  RX = RV desta forma poderemos ler o valor de RX diretamente em uma escala.

Fig02: Potenciômetro de ajuste de zero com escala calibrada

Se na Fig01   R1 = 10. R3     neste caso poderemos usar  valores de resistência bem maiores do

que no caso em que  R1 = R3.

Da mesma forma se   R1 = R3 /10 poderemos medir  valores de resistência bem menores do que no caso em que  R1 = R3

Exercício Proposto   (Topo)

 

1) Calcule  o valor da resistência RX  em cada caso sabendo-se que a ponte está em equilíbrio. Calcule também a corrente fornecida pelo gerador.
1a) 1b)

2) Calcular a intensidade  da corrente fornecida pelo gerador no  circuito.

3) Calcular o valor de R para que a ponte fique em equilíbrio.

(Topo)